Doença de Crohn

Share this...
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Print this page
Print
A Doença de Crohn é uma doença inflamatória do aparelho gastrointestinal. Ela afeta predominantemente a parte inferior do intestino delgado (íleo) e intestino grosso (cólon), mas pode atingir qualquer parte do tubo digestivo. Ela é uma doença crônica, que acomete ambos os sexos, com maior frequência a partir dos 20 ano. Entre as complicações desta enfermidade estão dores articulares, aftas, anemia, úlceras, fadiga, lesões de pele, inflamações nos olhos, pedras nos rins e vesícula, além das mais graves como obstrução intestinal, fissuras e fístulas.

Esta doença não tem causa específica, mas pode ser provocada por alguns fatores ambientais (estilo de vida, má alimentação, tabagismo), imunitários, bacterianos, genéticos, além de emocionais. Não há cura descrita e pode se manifestar ao longo da vida com crises agudas recorrentes, assim como períodos longos de calma e ausência dos sintomas.

Estomatites (inflamações na boca), diarreia, dor no abdômen, perda de peso e febre são os sinais mais comuns. A inflamação do intestino delgado e do intestino grosso provoca diarreia com ou sem secreção e/ou sangue nas fezes. É comum apresentar distensões do abdome, cólica, com dificuldade para a eliminação de gases intestinais. É frequente ocorrer uma obstrução parcial na evacuação e a ocorrência de fístulas. Um terço dos doentes com Crohn têm manifestações no ânus e região perianal. Esses trajetos fistulosos podem ser múltiplos e com destruição tecidual extensa, pela reação inflamatória própria da doença de Crohn e pela infecção secundária que ocorre na área afetada, prejudicando significativamente a qualidade de vida do indivíduo.

Tratamento Doença de Crohn

O tratamento dependerá da forma como se manifesta a doença e da intensidade. Na maioria dos casos é feito com medicamentos e em alguns casos há necessidade intervenção cirúrgica.


LEIA TAMBÉM:

Colonoscopia

Fístula Anal

Cápsula Endoscópica (colônica)

Câncer Colorretal

Com informações da SBPC